Laboratório de Bioquímica Forense

Compete ao Laboratório de Bioquímica Forense:

I – a realização de perícias de drogas brutas proscritas de acordo com as metodologias preconizadas no laboratório, a seguir mencionadas:
     a) a pesquisa e identificação qualitativa de drogas ilícitas na forma bruta, desde que compatíveis com a capacidade técnica do laboratório;
     b) a perícia em instrumentos e objetos relacionados ao tráfico e/ou uso de drogas.
II – a realização da análise taxonômica exclusiva de vegetais proscritos, utilizados
para a fabricação de entorpecentes;
III – a identificação de substâncias inflamáveis na forma bruta ou aderidas a suportes diversos;
IV – a pesquisa de vestígios provenientes de disparos de armas de fogo, em suportes diversos;
V – a realização de análises químicas qualitativas em substâncias e compósitos explosivos e/ou resíduos de explosão;
VI – a pesquisa e identificação qualitativamente de venenos na forma bruta;
VII – a realização de análises químicas de natureza diversa das apresentadas acima, analisando-se individualmente a viabilidade técnica das análises requisitadas, de acordo com as metodologias disponíveis;
VIII – a realização de perícia em alimentos e bebidas a fim de constatar a presença de corpos estranhos à composição do produto, sempre que possível;
IX – a realização de perícia em alimentos e bebidas a fim de constatar dados referentes à data de validade do produto;
X – a preparação de reagentes químicos indispensáveis à execução de serviços de outras unidades da polícia científica, bem como promover orientações a respeito dos seus respectivos usos.
Recomendar esta página via e-mail: