Busca Segurança

Polícia Científica

10/10/2017

Unidades da Polícia Científica de Francisco Beltrão receberão homenagem da Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná, vai entregar uma moção honrosa às seções do Instituto de Criminalística e Instituto Médico-Legal (IML), da Polícia Científica do Paraná. A homenagem tem como finalidade o reconhecimento dos trabalhos desenvolvidos pelos dois órgãos da segurança pública da região. O evento acontecerá no Plenário da Câmara Municipal de Francisco Beltrão, na terça-feira (31 de outubro).

Segundo o diretor-geral da Polícia Científica, Hemerson Bertassoni Alves, é uma satisfação ver que a comunidade de Francisco Beltrão, por meio da Câmara Municipal de vereadores homenageia os peritos oficiais das unidades da Polícia Científica daquela cidade. “Esta é uma região importante para o Paraná e as unidades tanto o IML quanto da criminalística trabalham de uma maneira exemplar. Então, é preciso enaltecer tal atitude da Câmara Municipal, tendo em vista o trabalho feito pelos peritos oficiais daquele local”, ressalta ele.

O reconhecimento pelos serviços prestados pela Polícia Científica, no trabalho desenvolvido de materializar a verdade de um crime é o que conta em uma homenagem como esta, conforme afirma o chefe da seção do Instituto de Criminalística de Francisco Beltrão, Patrick Alysson de Souza e Silva: “Os profissionais são merecedores desta homenagem, pois, a perícia desempenha um papel fundamental de pacificação social, por meio da análise na apuração do fato criminoso e da autoria deste, garantindo assim, segurança à conclusão da investigação policial”, diz.

Para o chefe da seção do IML da região, Irno Azzolini esta entrega se deve a uma equipe que trabalha de forma responsável dentro das normas legais e éticas da profissão de análise pericial.

A DECISÃO DA HOMENAGEM - Antes de ser estabelecida uma data de entrega, a proposta de moção honrosa passou por uma votação na Câmara dos vereadores de Francisco Beltrão, na qual foi analisada e então aprovada.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.