Instituto Médico Legal

30/04/2014

Nova sede do IML para o Litoral é entregue pelo Governo do Estado

O governador Beto Richa e o secretário da Segurança Pública, Leon Grupenmacher, entregaram nesta terça-feira (29) a nova sede do Instituto Médico-Legal (IML) de Paranaguá, no Litoral do Estado, que atenderá também Pontal do Paraná, Guaratuba, Morretes, Antonina, Matinhos e Guaraqueçaba. Com 415 metros quadrados, a nova sede recebeu investimento de R$ 1,2 milhão para a construção do prédio e mais R$ 350 mil para a aquisição de equipamentos.

O governador disse que com a entrega da estrutura, o governo estadual atende a um compromisso com a população do Litoral. O governador fez também uma visita ao Colégio Estadual Alberto Gomes Veiga e conversou com professores e alunos.

O prefeito de Paranaguá, Edison de Oliveira Kersten, participou da solenidade e afirmou que a nova estrutura oferece mais conforto e tranquilidade para as famílias, principalmente em momentos difíceis. “A boa estrutura, com funcionários capacitados, humaniza o atendimento”, afirmou o prefeito.

AGILIDADE - O IML de Paranaguá, que já está funcionando na nova sede, possui agora salas de radiologia, necropsia, câmaras frias e alojamentos, além de dois consultórios para exame de lesão corporal e ginecologia. Toda a estrutura dobrou em relação à antiga sede e foram introduzidos novos equipamentos.

O secretário de Segurança Pública, Leon Grupenmacher, afirmou que um aspecto importante do IML de Paranaguá é que ele abrange todo o Litoral. “São diversos municípios e com a nova sede podemos dar mais agilidade ao atendimento à população, com mais funcionários, mais legistas e uma estrutura mais digna para receber as pessoas no momento em que precisam”, afirmou o secretário.

Até então, os serviços do IML e os do Instituto de Criminalística eram prestados na mesma estrutura. Com a nova sede do IML, há melhoria nos serviços de ambos os institutos.

“A estrutura antiga era acanhada e os servidores se esmeravam para dar um bom atendimento. Agora esperamos que essa situação mude para melhor, facilitando o trabalho dos dois institutos”, afirmou o diretor do IML no Paraná, Porcídio Vilani. “Podemos garantir mais comodidade à população atendida, com instrumental e aparelhos novos, resultando em trabalho mais de qualidade”, afirmou.

O diretor-geral da Polícia Científica, Luvercy Rodrigues Filho, afirmou que a tendência é que, em todo o Estado, onde houver um IML deverá haver, também, um Instituto Criminalística. “Isso deverá ser feito por meio de investimentos a médio e longo prazos, dentro da política de integrar os serviços de segurança pública”, afirmou.

Também participaram da solenidade o secretário estadual da Comunicação Social, Marcelo Cattani, e o deputado estadual Artagão Junior, prefeitos dos demais municípios, lideranças e a comunidade de Paranaguá.

POLÍCIA CIENTÍFICA - Além de Paranaguá, nos últimos três anos, entraram em funcionamento as novas unidades do IML em Toledo, Paranavaí e União da Vitória. Estão em construção as unidades de Maringá, Curitiba e Londrina. O governador falou sobre os investimentos em segurança pública e enfatizou o fortalecimento dos trabalhos da Polícia Científica do Paraná – que é composta pelo Instituto de Criminalística e Instituto Médico-Legal.

Pela primeira vez houve a nomeação de um diretor-geral para a Polícia Científica, com o objetivo de padronizar procedimentos e cobrar qualidade na produção dos dois institutos. Criminalística e IML foram modernizados, com novas viaturas e equipamentos com alta tecnologia. Esses investimentos permitem hoje maior agilidade no atendimento ao cidadão e na emissão de laudos. O laboratório de DNA do Instituto de Criminalística, por exemplo, é hoje referência nacional pela qualidade dos profissionais e do trabalho realizado. Somente neste laboratório foram investidos R$ 2,8 milhões desde 2011.

PARANÁ SEGURO – Desde o início da gestão, o Litoral do Estado teve aumento do efetivo, e outros policiais militares estão em formação. Foram destinadas, também, novas viaturas para a região.

Uma nova instalação do Corpo de Bombeiros está sendo preparada no balneário de Praia Grande, em Matinhos, para abrigar o contingente, que aumenta em quase seis vezes durante a temporada de verão. A unidade terá 4 mil metros quadrados de área construída e recebe investimento de R$ 7,5 milhões. Além do amplo alojamento e atendimento na Operação Verão, o novo espaço, mais moderno, servirá como centro de formação de guarda-vidas e permitirá descentralizar o serviço, sempre que necessário.

Fonte: SESP

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.